Surprised

O ano de 2020 representou um período onde a humanidade refletiu sobre sua existência, a relação com o próximo e principalmente, colocou à prova valores como empatia e solidariedade. Foi a partir dessa percepção que o fotojornalista Marcelo Seabra criou o projeto ‘Surprised’, onde a solidariedade e a melhor imagem andam de mãos dadas.

A ideia inicial do projeto foi reunir uma coleção de imagens capturadas em Belém e outros municípios do estado e transformar essas imagens em quadros e outros materiais para comercialização. Parte da renda arrecada com a venda desses artigos foi direcionada para a compra de cestas básicas, que foram distribuídas para famílias carentes e instituições de acolhimento de crianças e idosos.

Até o final de 2020 foram entregues 20 cestas básicas, sendo 15 para Creche Lar Cordeirinho de Deus, que atende mais de 200 crianças de 0 a 5 anos de idade, em Belém. O projeto comercializou 67 fotos, além de camisas e canecas com as fotos impressas, que foram pedidos feitos pelos apoiadores do projeto.

Para 2021, o projeto pretende realizar sua segunda etapa, que é pegar estrada e visitar inicialmente municípios paraenses da região do salgado, mostrando as paisagens, particularidades, além de fazer novos registros para a próxima coleção de fotos. O viés solidário irá continuar e dessa vez vai atender as famílias das cidades onde as fotos capturadas. Os tópicos a seguir irão explicar como funcionará a próxima fase do Surprised

Contexto do Projeto Surprised

O levantamento mais recente do Ministério da Cidadania feito em 2019 apontou que o número de habitantes do estado do Pará que estão abaixo da linha da pobreza chega a 327 mil pessoas, o que corresponde a 40% da população. Este cenário pode se agravar ainda mais por conta pandemia do novo coronavírus.

A retomada da economia do estado, após o período mais crítico da pandemia, passa também pela reabertura e flexibilização de acesso aos balneários, praias, rios, clubes e outros locais de turismo. Em municípios menores, essa flexibilização é fundamental para a geração de renda de moradores, empreendedores e de quem tem como principal sustento a venda nesses locais.

Ter este diagnóstico é importante para que o projeto chegue até as cidades região do salgado de forma responsável e observando as características própria de cada comunidade.

Pegando Estrada

Passada a fase inicial do projeto, a partir de 2021 a meta é ampliar o número de registros fotográficos por meio de viagens para municípios da região do salgado. A escolha dessa região se dá pela proximidade com a capital e a possibilidade de ir e voltar em apenas um dia. As viagens serão feitas com moto, um meio de transporte rápido, econômico e fácil de transitar por localidades pequenas. A meta é realizar uma viagem a cada mês, totalizando 12 viagens ao ano e capturar, pelo menos, mas não se limitando neste número, 8 imagens da localidade visitada, tendo no final o mínimo de 96 novas fotos.

Estimulo ao Turismo

Ao longo de cada viagem deve ser construído um diário de bordo, anotando e registrando, em foto ou vídeo, pontos de parada para o café, almoço, pontos turísticos relevantes da comunidade, locais em que os turistas costumam fazer uma pausa para fotos, algum prato ou bebida típica e outros pontos relevantes do roteiro. A captura desse material servirá para montar um pequeno guia turístico da comunidade visitada, que poderá ser entregue aos apoiadores do projeto junto com as fotos do local em questão. Além da captura de imagens, os detalhes da viagem servirão como incentivo ao turismo e apoio os comerciantes locais

Divulgação do material

A captura do material descrito acima será feito por meio de câmera fotográfica profissional, além da câmera de vídeo GoPro, drone e outros recursos possíveis. Dessa forma é garantida a qualidade, diversidade e riqueza do material. A divulgação desses registros será feita da seguinte forma:

Redes sociais próprias – o Facebook e principalmente o Instagram serão as redes sociais utilizadas para a disponibilização das imagens capturadas, inclusive durante a viagem, com pequenos vídeos, stories e fotos da estrada.

Canal de vídeo – as imagens em vídeo do diário de bordo produzido a cada viagem serão aproveitadas para a construção de um canal no YouTube, onde poderão ser mostrados os detalhes de cada trajeto, bem como pequenas conversas com os moradores da comunidade, contando alguma curiosidade ou dando alguma dica.

Site – com o avançar do projeto será criado um site para melhor divulgação e organização das informações do Surprised, guias turísticos e espaço direto para aquisição de produtos do projeto.

Necessidade de apoio

Para que o planejamento do Surprised seja realizado com sucesso é preciso de uma rede de apoiadores que possam auxiliar nos investimentos do projeto. Os custos principais são:

Aluguel da moto e combustível – o uso da moto justifica-se pela facilidade na locomoção, o que garante alcançar uma rota maior em menor tempo;

Alimentação e estadia – alimentação básica durante a realização da viagem e em roteiros que exigem mais tempo, hospedagem;

Equipamentos – aluguel ou aquisição de drone e câmera GoPro;

Roupa específica de trilha – esse tipo de roupa consiste em calça e camisa próprios para a estrada, bem como joelheiras, luvas e outros itens de segurança;

Contrapartida

Os apoiadores e patrocinadores do projeto terão espaço e visibilidade nas redes sociais, nos vídeos e no site do projeto. A visibilidade nessas mídias digitais será feita mostrando a logo de cada apoiador e patrocinador, bem como utilizando campanhas e peças de design especificas de divulgação. Além disso, os apoiadores terão a oportunidade de se integrar a um projeto que une incentivo ao turismo e ação social. O nome de cada um também será posto no fotolivro que será confeccionado ao final dos 12 meses de viagem.

Com as viagens e experiências trocadas na estrada, será criada uma rede de networking e contatos que podem ser úteis para ampliar a visibilidade de quem apoia o projeto.

Conclusão

Após a conclusão das viagens, o projeto irá organizar todo o material coletado e por meio de uma curadoria, realizar uma exposição das principais imagens. Essa exposição também será uma forma de dar visibilidade aos apoiadores e patrocinadores. Nesta exposição poderá ser feita coleta de alimentos e outros itens que se somarão às cestas básicas que serão distribuídas no final de 2021.

O Surprised tem como horizonte unir turismo, solidariedade e a busca dos melhores registros feitos no Pará. Dessa forma, o projeto não busca apenas mostrar belas paisagens, mas também pessoas, realidades e diferentes formas de viver dentro deste estado continental.

Alguns registros

Surprised – Por Marcelo Seabra